FOXHOLE homeland

Wednesday, May 31, 2006

O que eu aprecio mesmo é uma boa ironia

Depois da operação minha Mãe anda com a mania de me tratar como se eu fosse de porcelana...
Eu to me recuperando bem, graças a deus... mas a maioria dos operados voltam a dirigir em 10 ou 15 dias... ela junto com o médico querem esperar 20 dias.
E fica aquela aporrinhação para cima de mim.
Hoje voltei ao curso de 3D, durante uma semana tivemos uma briga enorme aqui em casa por que eu queira ir no MEU carro e a minha mãe quer que eu vá de TAXI.
tentei tentei tentei mas o argumento era sempre o:

-Não! Você pode se acidentar!
-Pombas eu ando devagar!
-Mas alguem pode bater em você!

Com isso me dei por vencido e fui de taxi.
Hoje na volta do curso o que aocntece comigo no taxi?

Sim, alguem bateu no TAXI!

++postado por Eduardo - 5/31/2006 09:31:00 PM


Friday, May 26, 2006

Punição exemplar

Um francês, um argentino e um brasileiro estão visitando a Arábia Saudita, e resolvem tomar umas doses de whisky, quando a policia aparece e os prende.

A simples posse de bebida alcoólica é uma ofensa grave na Arábia Saudita e os três são sentenciados à morte, num julgamento sumário.

Entretanto, após vários meses e com a ajuda de bons advogados, eles conseguem que a sentença de morte seja transformada em prisão perpétua.

Por um capricho da sorte,no aniversário da Arábia Saudita, o benevolente Sheik resolve abrandar ainda mais a pena e decreta que os mesmos poderão ser soltos após receber 20 chibatadas cada.

Quando eles estão se preparando para a punição, o Sheik anuncia: "Hoje é aniversário de minha esposa, e ela me pediu para permitir a cada um de vocês um desejo antes da punição."

O Francês foi o primeiro da fila, pensou um pouco e pediu: "Por favor, amarrem 2 travesseiros nas minhas costas". Assim foi feito, mas os travesseiros só duraram 10 chibatadas antes de completar a punição e quando,tudo terminou, ele teve que ser carregado sangrando e com muita dor.

O Argentino, sabido como sempre, viu o que tinha acontecido e sendo o segundo, pediu: "Por favor, amarrem 4 travesseiros nas minhas costas".

Porém, mesmo assim, após 15 chibatadas os travesseiros não suportaram e o Argentino foi levado sangrando e maldizendo o acontecido.

O Brasileiro foi o último e antes que pudesse dizer o seu pedido, foi interrompido pelo Sheik: "Você é de um país belíssimo, do futebol e das mulatas. Eu adoro o Brasil, e vou lhe agraciar com 2 pedidos antes da punição."

"Obrigado, sua Alteza", disse o Brasileiro.

"Em reconhecimento a sua bondade, meu primeiro desejo é que eu receba 100 chibatadas e não 20 como previsto, pois eu me sinto culpado pelo ocorrido".

Ao que o Sheik respondeu: "Além de ser um homem honrado e gentil, o senhor também um homem corajoso. Que assim seja! Mas e seu segundo pedido?"

E o Brasileiro complementou: "Quero que amarrem o Argentino às minhas costas"


O casamento muda as pessoas...

Conta a historia, que um casal (recém-casado), com apenas 2 semanas de
casamento, o marido apesar de feliz, ja estava com uma vontade reprimida de
sair com a galera pra fazer a festa. Assim, ele diz a sua queridinha:*

*- Amorzinho, vou dar uma saidinha mas nao demoro, ...*
*- Onde você vai, meu docinho...? (com expressao de recém-casados)*
*- Ao barzinho, tomar uma geladinha.*
*A mulher bota a mão na cintura e lhe responde:*
*- Quer cervejinha, meu amor ???*
*E nesse momento abre a porta da geladeira e lhe mostra 25 marcas diferentes de cervejas de 12 paises, alemãs, holandesas, japonesas, americanas, mexicanas, etc.*
*O marido sem saber o que fazer, lhe responde:*
*- Meu docinho de coco... mas no bar... você sabe... o copo gelado...*
*O marido nem terminou de falar, quando a esposa interrompe a sua conversa e lhe fala:*
*- Quer copo gelado, amor?*
*Nesse momento ela pega no freezer um copo bem gelado, branco, branco,que até tremia de frio.*
*O marido responde:*
*- Mas minha princesa, no bar tem aqueles salgadinhos gostosos...Já estou voltando, tá?*
*- Quer salgadinho, meu amor???*
*A mulher abre o forno e tira 15 pratos de salgadinhos diferentes, quibe, coxinha, pastel, pipoca, amendoim, coração de galinha, queijo derretido, torresmo...*
*-Mas, minha Pixunguinha... lá no bar... você sabe.... as piadas, os palavrões, tudo aquilo...*
*-Quer palavrões, meu amor???*
*-ENTAO VAI TOMAR NO CÚ, PORQUE DAQUI VOCÊ NAO SAI NEM FODENDO, SEU FILHODAPUTA...*

++postado por Eduardo - 5/26/2006 09:32:00 AM


Tuesday, May 23, 2006

Marcação cerrada

Eu to falando... sem querer ser pragmático ou nada.

Mas a senssação é que de vez em quando o banheiro do céu dá defeito então cristo e os demais anjos vem cagar na minha cabeça...

Meu nextel não andava muito religioso, não reconhecia certos numeros, ditava o tempo das conversas e o proprio sinal era uma bela porcaria. Iniciei um processo de troca de operadora.

Com o dia das mães promoções não faltavam, optei pela vivo, por ser uma operado muito boa, e que poucos (ou quase ninguem) reclamam.

Adquiri meu aparelho, ganhei outro na faixa, e mais minutagem extra por 6 meses... e haja minutagem estamos falando de mais de 500 minutos por mês!

Mas hoje apos o uso de 112 minutos tive meus 2 aparelhos bloqueados. Bem, o serviço interrompido eu mesmo só descobri do bloqueio a noite quando liguei para reclamar.

O que eu descobri é que não tem um unico filha de uma quenga na vivo que saiba fazer conta. A promoção fale o dobro insiste o seguinte:

Você escolhe o plano de minutagem e fala o dobro por 6 meses e ainda ganha o mesmo valor em minutos de vivo para vivo por 6 meses ok?

Eu escolhi o plano de 180, então eu teria 360 + 180 vivo para vivo ok?

PORRANENHUMA!!!!

Com 112 minutos de uso bloquearam ambas as linhas! FDP!!!!

Eu expliquei (bem pelo menos tentei) que o dobro de 180 são 360 e não 112, mas o babuino do atendente discordava PIOR!

Disse que o bloqueio é praxe quando o usuario excede em 177 reais o uso da minutagem padrão... R$177,00??? De onde eles tiraram essa soma?

Parafraseando a "Batman e a Feira da Fruta" a unica resposta que faria sentido seria "Ora, de onde eles tiraram? Do cú! Lógico que foi do cú!"

Mas aí fico eu que nem um idiota fazendo calculos pros babuinos... o minuto extra no meu plano é 0,49 centavos... façamos com 0,50 para não complicar!

OU SEJA para eu ter meu aparelho bloqueado eu teria que falar:

180 minutos que são do meu plano
+
180 minutos que são da promoção
+
180 minutos para uma porrada vivo
+
354 minutos extras para deus sabe aonde
=
894 minutos!!!! que são mais de 14 horas!

Agora vejamos:
Eu peguei o celular dia 1, dia 17 fui operado e por deus como testemunha estive a maior parte do dia anestesiado , dia 18 fiquei na UTI e tinha que ficar calado, dia 19 recebi alta e desde então estou em casa quieto (em termos)

E hoje a noite consta em ambos os celulares o total de 112 minutos de conversa, 112 minutos é mais que 894? E eu achava que eu era péssimo em Matemática

Minha vontade é de pegar os 2 aparelhos voltar lá na vivo e enfiar no cú do vendedor...

To com uma vontade louca de processar eles.... já dá pra sentir o sorriso no rosto...

++postado por Eduardo - 5/23/2006 12:38:00 AM


Saturday, May 20, 2006

I´m BACK!

Sim senhoras e senhores, estou eu cá de volta! Mui bien obrigado!
A cirurgia foi um sucesso! e meu pós operatório esta sendo excelente graças ao apoio de todos, mas um obrigado beeeemmmm especial para o meu amor, que tem sido nota 1000 comigo (beijos Mil!) e a todos que oraram, pediram e mandaram energias positivas para mim, grato de coração.

Em breve estarei 100% operacional novamente e postarei com mais regularidade aqui, não se preocupem...

É claro que uma situação como uma cirurgia não podia dar em outra coisa senão algumas cenas insólitas minhas...

Eu estava me preparando para a anestesia e toda a equipe médica lá, aquela movimentação estranha, pessoas fazendo piadas com os equipamentos. Que diga-se de passagem eu nao estava achando a menor graça...na verdade a cada piada meus olhos arregalavam e um grande FODEU vinha a minha mente.

E meus olhos arregalados devem ter pedido por solidariedade, pois ningume menos que o Cirurgião chegou e puxou assunto comigo:

Gostei das tatuagens... Valhala né? È mitologia nórdica não?

Eu entre uma tremedeira e outra:
-Sim, e espero que Odin tenha gostado... mas pelo andar da carruagem eu devo descobrir isso logo logo pessoalmente...

Ele tenta me acalmar um pouco mais:

-Por que não canta alguma música enquanto a anestesia não faz efeito?
-Que música?
-Qualquer uma... pense e cante a primeira que vier a sua cabeça..
-Hummmm...ok...

E comecei:

"Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
He ain't gonna jump no more.

"Is everybody happy?" cried the sergeant looking up.
Our hero feebly answered, "Yes", and then they stood him up.
He jumped into the icy blast, his static line unhooked.
And he ain't gonna jump no more.

Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
He ain't gonna jump no more. ..."

Fui interrompido.
-Ok, a musica nao ajudou a aliviar o clima...
-Doutor eu vou ficar aqui quietinho mentalizando minhas preces e vcs fazem o que tem de ser feito, ok?
-Se doer avisa!
-Eu vou ser anestesiado ,não?
-Sim mas se a anestesia doer avisa...
-Ahhhhh tá!
e ficamos nessa lenga lenga até que a anestesia fez efeito e eu apaguei.

Acordei algumas horasdepois na UTI na presença das pessoas que amo, minha mãe, minha namorada, meu pai..conversamos mais um pouco e logo o sono bateu e apaguei de novo.

Acordei a uma da manhã, perguntei quanto foi o jogo do FLU X VASCO, ouvi o resultado, disse um palavrão e voltei a dormir

Lá pelas 5 acordei com um furdunço... a senhora na maca a frente a minha estava carimbando o seu passaporte pro paraiso, a coitada estava muito mal... mas por algum motivo ninguem se lembrou de fechar as cortinas e eu presenciei tudo...bastante bolado confesso... resolvi não dormir mais... mas horas depois fui vencido pelos residuos da anestesia....

Na Quinta fui levado pro quarto, lá chegando a atendente me pergunta:
-Quer se deitar?
-Eu estava pensando em dançar uma valsa... mas deitar é uma boa...

Isso demonstra que eu ja estava bem... pois o sarcasmo não foi afetado pela cirurgia...

De resto foi traqnuilo..na sexta voltei para casa..e agora estou me recuperando...

Abraço a todos!

++postado por Eduardo - 5/20/2006 08:09:00 PM


I´m BACK!

Sim senhoras e senhores, estou eu cá de volta! Mui bien obrigado!
A cirurgia foi um sucesso! e meu pós operatório esta sendo excelente graças ao apoio de todos, mas um obrigado beeeemmmm especial para o meu amor, que tem sido nota 1000 comigo (beijos Mil!) e a todos que oraram, pediram e mandaram energias positivas para mim, grato de coração.

Em breve estarei 100% operacional novamente e postarei com mais regularidade aqui, não se preocupem...

É claro que uma situação como uma cirurgia não podia dar em outra coisa senão algumas cenas insólitas minhas...

Eu estava me preparando para a anestesia e toda a equipe médica lá, aquela movimentação estranha, pessoas fazendo piadas com os equipamentos. Que diga-se de passagem eu nao estava achando a menor graça...na verdade a cada piada meus olhos arregalavam e um grande FODEU vinha a minha mente.

E meus olhos arregalados devem ter pedido por solidariedade, pois ningume menos que o Cirurgião chegou e puxou assunto comigo:

Gostei das tatuagens... Valhala né? È mitologia nórdica não?

Eu entre uma tremedeira e outra:
-Sim, e espero que Odin tenha gostado... mas pelo andar da carruagem eu devo descobrir isso logo logo pessoalmente...

Ele tenta me acalmar um pouco mais:

-Por que não canta alguma música enquanto a anestesia não faz efeito?
-Que música?
-Qualquer uma... pense e cante a primeira que vier a sua cabeça..
-Hummmm...ok...

E comecei:

"Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
He ain't gonna jump no more.

"Is everybody happy?" cried the sergeant looking up.
Our hero feebly answered, "Yes", and then they stood him up.
He jumped into the icy blast, his static line unhooked.
And he ain't gonna jump no more.

Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
He ain't gonna jump no more. ..."

Fui interrompido.
-Ok, a musica nao ajudou a aliviar o clima...
-Doutor eu vou ficar aqui quietinho mentalizando minhas preces e vcs fazem o que tem de ser feito, ok?
-Se doer avisa!
-Eu vou ser anestesiado ,não?
-Sim mas se a anestesia doer avisa...
-Ahhhhh tá!
e ficamos nessa lenga lenga até que a anestesia fez efeito e eu apaguei.

Acordei algumas horasdepois na UTI na presença das pessoas que amo, minha mãe, minha namorada, meu pai..conversamos mais um pouco e logo o sono bateu e apaguei de novo.

Acordei a uma da manhã, perguntei quanto foi o jogo do FLU X VASCO, ouvi o resultado, disse um palavrão e voltei a dormir

Lá pelas 5 acordei com um furdunço... a senhora na maca a frente a minha estava carimbando o seu passaporte pro paraiso, a coitada estava muito mal... mas por algum motivo ninguem se lembrou de fechar as cortinas e eu presenciei tudo...bastante bolado confesso... resolvi não dormir mais... mas horas depois fui vencido pelos residuos da anestesia....

Na Quinta fui levado pro quarto, lá chegando a atendente me pergunta:
-Quer se deitar?
-Eu estava pensando em dançar uma valsa... mas deitar é uma boa...

Isso demonstra que eu ja estava bem... pois o sarcasmo não foi afetado pela cirurgia...

De resto foi traqnuilo..na sexta voltei para casa..e agora estou me recuperando...

Abraço a todos!

++postado por Eduardo - 5/20/2006 08:09:00 PM


Tuesday, May 16, 2006

The clock is ticking...

T-24 horas e contando...

Dando continuidade aos trabalhos de ontem:

OXÓSSI

Oxóssi



O PERFIL DO ORIXÁ
Numa visão antropológica, os Orixás são vibrações de energia, cada uma numa faixa própria, com as quais os seres humanos se identificam, o que justifica a existência de filhos de diferentes Orixás. Assim os filhos de Oxóssi, são aqueles cujo metabolismo básico e características de personalidade herdadas geneticamente mais se identificam com uma matriz, o próprio Oxóssi, que se manifesta em ambientes como florestas cerradas, parques onde animais são preservados, espaços enfim, de contato entre o homem e os animais.
Numa visão teológica, os Orixás são divindades a serem respeitadas e cultuadas por seus filhos, que com eles entrariam em contato através de diferentes rituais disseminados na cultura tribal africana e que no Brasil estão agrupados sob o rótulo de uma religião, a Umbanda e o Candomblé. Cada divindade possui lendas que justificam seu destino e principalmente o arquétipo de comportamento à ela associado.

A Umbanda cultuada no Brasil é uma síntese de diversas manifestações diferentes da África, unindo preceitos e práticas que no continente negro se manifestam em povos isolados.

Há porém, uma corrente predominante, a dos iorubas ou nagôs. Sua visão do mundo material e sobrenatural foi a que mais se espalhou, tanto no centro-sul da África, como no Brasil, e os Orixás mais populares são dela originados. Os rituais Jeje, do Daomé (atual República do Benin), também encontraram espaço, principalmente porque tiveram de lutar contra mitos antagônicos dos iorubas; na verdade, o Daomé foi, há muitos séculos, dominado politicamente por um povo de civilização mais recente, os iorubas. Assim como Roma se comportou em relação aos mitos gregos, assimilando-os gradativamente e adaptando-os as suas próprias necessidades, os iorubas assimilaram usos, costumes e Orixás daomeanos, como Nanã, Iroco, Omolu e outros. Uma diferença, porém, sempre existiu para quem se propusesse a analisá-los.

Os mitos iorubas manifestavam grande vitalidade, envolvendo personalidades extrovertidas como Exu. Já os Orixás daomeanos são mais frios, vindos de uma cultura mais hierarquizada, onde os deuses são vistos de maneira um pouco ameaçadora e coercitiva; não costumam ter o senso de humor dos iorubas, sua flexibilidade, onde contendas difíceis às vezes são resolvidas por palavras hábeis. O mundo dos daomeanos é mais soturno, discreto, perigoso.

Nesse sentido, dois Orixás iorubas fogem da tradição básica: o mago Oçanhe, o solitário senhor das folhas, e Oxóssi, o caçador. Ambos são irmãos de Ogum na maior parte das lendas e possuem em comum o gosto pelo individualismo e o ambiente que habitam; a floresta virgem, as terras verdes não cultivadas.

A floresta é a terra do perigo, o mundo desconhecido além do limite estabelecido pela civilização iorubana, é o que está além do fim da aldeia. Os caminhos não são traçados pelas cabanas, mas sim pelas árvores, o mato invade as trilhas não utilizadas, os animais estão soltos e podem atacar livremente. É o território do medo.

Oxóssi é o Orixá masculino ioruba responsável pela fundamental atividade da caça. Por isso na África é também cultuado como Ode, que significa caçador. É tradicionalmente associado à lua e, por conseguinte, à noite, melhor momento para a caça. Oxóssi e Oçanhe têm na floresta o próprio fim, nela se escondem. O primeiro para capturar os animais, o segundo para poder estudar sozinho e recolher as folhas sagradas.

Oxóssi e Oçanhe representam as formas mais arcaicas de sobrevivência, a apologia da caça em detrimento da agricultura, a apologia da magia e do ocultismo em detrimento da ciência.

Ao mesmo tempo, Oxóssi está mitologicamente muito próximo de Ogum, como conciliando o novo e o velho, as novas atividades com as tradicionais. Na Umbanda, recebe o título de Rei das Matas, sendo à ele consagrada a cor verde. Já no Candomblé, a cor verde é consagrada a Oçanhe por sua proximidade com as folhas, ficando o azul para Oxóssi, um azul pouco mais vivo e claro que o de Ogum, numa transição cromática.

Outro dado que identifica e aproxima Oxóssi de Ogum, é o fato de ambos representarem atividades e possuírem temperamentos próprios de uma mesma faixa etária, a juventude (mas não a adolescência, pois são mitos adultos, viris), onde a energia se expressa fisicamente.

Assim como o irmão ligado à guerra, Oxóssi é um Orixá que vive ao ar livre e está sempre longe de um lar organizado e estável. Seu combate cotidiano, entretanto, está nas matas, caçando os animais que vão garantir a alimentação da tribo, sendo por isso consagrado como protetor dos caçadores e eterno provedor da subsistência do gênero humano. Protege tanto o que mata o animal como o próprio animal, já que é um fim nobre a morte de um ser para servir de alimento para outro. Protege os antagonistas, o caçador, e a caça, pois são seres do mesmo espaço, a floresta. Por isso Oxóssi nunca aprova a matança pura e simples, para ele a morte dos animais deve garantir a comida para os humanos ou os rituais para os deuses, sendo símbolo de resistência à caça predatória. O conceito de liberdade e independência para Oxóssi é muito claro. Sua responsabilidade principal com relação ao mundo é garantir a vida dos animais para que possam ser caçados. Em alguns cultos de Umbanda, também se atribui à ele o poder sobre as colheitas, já que agricultura foi introduzida historicamente depois da caça como meio de subsistência.

Segundo Pierre Verger, o culto a Oxóssi é bastante difundido no Brasil mas praticamente esquecido na África. A hipótese do pesquisador francês é que Oxóssi foi cultuado basicamente no Keto, onde chegou a receber o título de rei. Essa nação, porém foi praticamente destruída no século XIX pelas tropas do então rei do Daomé. Já no Brasil, o Orixá tem grande prestígio e força popular, além de um grande número de filhos. Seus símbolos são ligados à caça: no Candomblé, possui um ou dois chifres de búfalo dependurados na cintura. Na mão, usa o eruquerê (eiru), que são pelos de rabo de boi presos numa bainha de couro enfeitada com búzios.

O mito do caçador explica sua rápida aceitação no Brasil, pois identifica-se com diversos conceitos dos índios brasileiros sobre a mata ser região tipicamente povoada por espíritos de mortos, conceitos igualmente arraigados na Umbanda popular e nos Candomblés de Caboclo, um sincretismo entre os ritos africanos e os dos índios brasileiros, comuns no Norte do País.

Talvez seja por isso que, mesmo em cultos um pouco mais próximos dos ritos tradicionalistas africanos, alguns filhos de Oxóssi o identifiquem não com um negro, como manda a tradição, mas com um Índio. Seu objeto básico é o arco e a flecha, o ofá e o damatá.

Oxóssi é o que basta a si mesmo. A ele estiveram ligados alguns Orixás femininos, mas o maior destaque é para Oxum, com quem teria mantido um relacionamento instável, bem identificado no plano sexual, coisa importante tanto para a mãe da água doce como para o caçador, mas difícil no cotidiano, já que enquanto ela representa o luxo e a ostentação, ele é a austeridade e o despojamento.

CARACTERÍSTICAS DOS FILHOS DE OXÓSSI
O filho de Oxóssi apresenta arquetipicamente as características atribuídas do Orixá. Representa o homem impondo sua marca sobre o mundo selvagem, nele intervindo para sobreviver, mas sem alterá-lo. Oxóssi desconhece a agricultura, não muda o solo para ele plantar, apenas recolhe o que pode ser imediatamente consumido, a caça.
No tipo psicológico a ele identificado, o resultado dessa atividade é o conceito de forte independência e de extrema capacidade de ruptura, o afastar-se de casa e da aldeia para embrenhar-se na mata, afim de caçar. Seus filhos, portanto são aqueles em que a vida apresenta forte necessidade de independência e de rompimento de laços. Nada pior do que um ruído para afastar a caça, alertar os animais da proximidade do caçador. Assim os filhos de Oxóssi trazem em seu inconsciente o gosto pelo ficar calado, a necessidade do silêncio e desenvolver a observação tão importantes para seu Orixá.

Geralmente Oxóssi é associado às pessoas joviais, rápidas e espertas, tanto mental como fisicamente. Tem portanto, grande capacidade de concentração e de atenção, aliada à firme determinação de alcançar seus objetivos e paciência para aguardar o momento correto para agir. Sua luta é baseada na necessidade de sobrevivência e não no desejo de expansão e conquista. Busca a alimentação, o que pode ser entendido como sua luta do dia-a-dia. Esse Orixá é o guia dos que não sonham muito, mas sua violência é canalizada e represada para o movimento certo no momento exato. É basicamente reservado, guardando quase que exclusivamente para si seus comentários e sensações, sendo muito discreto quanto ao seu próprio humor e disposição.

Os filhos de Oxóssi, portanto, não gostam de fazer julgamentos sobre os outros, respeitando como sagrado o espaço individual de cada um. Buscam preferencialmente trabalhos e funções que possam ser desempenhados de maneira independente, sem ajuda nem participação de muita gente, não gostando do trabalho em equipe. Ao mesmo tempo , é marcado por um forte sentido de dever e uma grande noção de responsabilidade. Afinal, é sobre ele que recai o peso do sustento da tribo.

Os filhos de Oxóssi tendem a assumir responsabilidades e a organizar facilmente o sustento do seu grupo ou família. Podem ser paternais, mas sua ajuda se realizará preferencialmente distante do lar, trazendo as provisões ou trabalhando para que elas possam ser compradas, e não no contato íntimo com cada membro da família. Não é estranho que, quem tem Oxóssi como Orixá de cabeça, relute em manter casamentos ou mesmo relacionamentos emocionais muito estáveis. Quando isso acontece, dão preferência a pessoas igualmente independentes, já que o conceito de casal para ele é o da soma temporária de duas individualidades que nunca se misturam. Os filhos de Oxóssi, compartilham o gosto pela camaradagem, pela conversa que não termina mais, pelas reuniões ruidosas e tipicamente alegres, fator que pode ser modificado radicalmente pelo segundo Orixá (ajuntó). São pessoas tipicamente extrovertidas, gostando de viver sozinhas, preferindo receber grupos limitados de amigos. É portanto, o tipo coerente com as pessoas que lidam bem com a realidade material, sonham pouco, têm os pés ligados à terra.


----------------

Na minha opinião (que nesse assunto é rala) eu tô muito bem acompanhado... :^)

++postado por Eduardo - 5/16/2006 09:31:00 AM


Monday, May 15, 2006

Putz Grilla!

Eu tenho um blog!

Seguinte negrada! Eu andei ocupado, com pequenos surtos psicóticos. Surtos que minha namorada aguentou heroicamente, tadinha (pq se eu normal já sou um pé nos baguris imagina surtado!)

Quarta agora eu vou ter um pequeno (quem me dera) procedimento cirurgico, que nada mais é que uma forma bonita de dizer, "vamos rasgar esse em dois mexer em suas tripas e depois vamos ver se conseguimos juntar tudo de novo..."

De forma que enquanto os médicos fazem um origami de mim, e eu passo por um pequeno (há!) periodo de dores excruciantes eu provavelmente não passarei muito por aqui... mas por favor deixem suas mensagens e comentários que eu os ignorarei na medida do possivel (brincadeirinha).

Agradeço desde já as orações, ajudas, preces, simpatias, pedidos, velas e oferendas, magias e feitiços, intervenções, danças e ritos ou seja lá o que cada um de vocês fazem, afinal eu sou o cara que mais conhece gente com crenças divergentes que eu já ouvi falar... E quanto aos pobres que perderão seu tempo desejando mal, eu só ofereço minha pena... bem e meu dedo médio em riste também, mas esse ultimo é só para não perder o costume...

Recentemente descobri que meu cabeça é Xangô, na verdade já haviam me dito isso a vários verões atrás mas eu nunca havia levado a sério até semana passada... curioso que sou, fui buscar informações sobre Xangô (sim Nix... foi na internet... rsrsrs) E bondoso que sou, vou dividir com vcs o melhor texto dentre os milhares que li sobre Xangô.

Não, não perguntem... Eu ainda to aprendendo...


XANGÔ

Xangô


Xangô é um Orixá bastante popular no Brasil e às vezes confundido como um Orixá com especial ascendência sobre os demais, em termos hierárquicos. Essa confusão acontece por dois motivos: em primeiro lugar, Xangô é miticamente um rei, alguém que cuida da administração, do poder e, principalmente, da justiça - representa a autoridade constituída no panteão africano. Ao mesmo tempo, há no Norte do Brasil diversos cultos que atendem pelo nome de Xangô. No Nordeste, mais especificamente em Pernambuco e Alagoas, a prática do candomblé recebeu o nome genérico de Xangô, talvez porque naquelas regiões existissem muitos filhos de Xangô entre os negros que vieram trazidos de África. Na mesma linha de uso impróprio, pode-se encontrar a expressão Xangô de caboclo, que se refere obviamente a um culto sincretizando influências do culto original (candomblé ou umbanda) com cerimônias e mitos dos indígenas da região, também chamado de candomblé de caboclo.

Na mitologia, é atribuído a Xangô (enquanto homem, ser histórico) o reinado sobre a cidade-estado de Oyó, posto que conseguiu após destronar o próprio meio-irmão Dada-Ajaká com um golpe militar. Por isso, sempre existe uma aura de seriedade e de autoridade quando alguém se refere a Xangô.

Xangô é pesado, íntegro, indivisível, irremovível; com tudo isso, é evidente que um certo autoritarismo faça parte da sua figura e das lendas sobre suas determinações e desígnios, coisa que não é questionada pela maior parte de seus filhos, quando inquiridos.

Suas decisões são sempre consideradas sábias, ponderadas, hábeis e corretas. Ele é o Orixá que decide sobre o bem e o mal. Ele é o Orixá do raio e do trovão. Miticamente, o raio é uma de suas armas, que ele envia como castigo. Ninguém, porém, deve temer sua cólera como uma manifestação irracional.

Xangô tem a fama de agir sempre com neutralidade (a não ser em contendas pessoais suas, presentes nas lendas referentes a seus envolvimentos amorosos e congêneres). Seu raio e eventual castigo são o resultado de um quase processo judicial, onde todos os prós e os contras foram pensados e pesados exaustivamente - a famosa balança da Justiça. Seu Axé, portanto está concentrado nas formações de rochas cristalinas, nos terrenos rochosos à flor da terra, nas pedreiras, nos maciços. Suas pedras são inteiras, duras de se quebrar, fixas e inabaláveis, como o próprio Orixá.

Numa visão litúrgica um pouco mais restrita e mais apegada às lendas de origem dos Orixás, um filho de Xangô não se pode contentar apenas com uma pedra vinda de uma pedreira ou de uma montanha para guardar numa vasilha o seu assentamento.

Xangô não contesta o status de Oxalá de patriarca da Umbanda, mas existe algo de comum entre ele e Zeus, o deus principal da rica mitologia grega. O símbolo do Axé de Xangô é uma espécie de machado estilizado com duas lâminas, que indica o poder de Xangô, corta em duas direções opostas. O administrador da justiça nunca poderia olhar apenas para um lado, defender os interesses de um mesmo ponto de vista sempre. Numa disputa, seu poder pode voltar-se contra qualquer um dos contendores, sendo essa a marca de independência e de totalidade de abrangência da justiça por ele aplicada. Segundo Pierre Verger, esse símbolo se aproxima demais do símbolo de Zeus encontrado em Creta.

Outra informação de Pierre Verger especifica que esse oxé parece ser a estilização de um personagem carregando o fogo sobre a cabeça; este fogo é, ao mesmo tempo, o duplo machado, e lembra, de certa forma a cerimônia chamada ajerê, na qual os iniciados de Xangô devem carregar na cabeça uma jarra cheia de furos, dentro da qual queima um fogo vivo, demonstrando através dessa prova, que o transe não é simulado.

Xangô então, é o administrador que se curva à experiência e sabedoria do velho Oxalá, o símbolo do poder em toda sua plenitude, mas que deve ser acatado por Xangô quando em suas decisões intervir.

Xangô portanto, já é adulto o suficiente para não se empolgar pelas paixões e pelos destemperos, mas vital e capaz o suficiente para não servir apenas como consultor.

Outro dado saliente sobre a figura do senhor da justiça é seu mau relacionamento com a morte (AMÉM! Nota do blogeiro!) . Se Nanã é como Orixá a figura que melhor se entende e predomina sobre os espíritos de seres humanos mortos, Eguns, Xangô é que mais os detesta ou os teme. Há quem diga que, quando a morte se aproxima de um filho de Xangô, o Orixá o abandona, retirando-se de sua cabeça e de sua essência (Oh-oh! Nota do blogueiro...dessa vez bolado!).

Deste tipo de afirmação discordam diversos babalorixás ligados ao seu culto, mas praticamente todos aceitam como preceito que um filho que seja um iniciado com o Orixá na cabeça, não deve entrar em cemitérios nem acompanhar a enterros.


CARACTERÍSTICAS DOS FILHOS DE XANGÔ

Para a descrição dos arquétipos psicológico e físico das pessoas que correspondem a Xangô, deve-se ter em mente uma palavra básica: Pedra. É da rocha que eles mais se aproximam no mundo natural e todas as suas características são balizadas pela habilidade em verem os dois lados de uma questão, com isenção e firmeza granítica que apresentam em todos os sentidos.
Atribui-se ao tipo Xangô um físico forte, mas com certa quantidade de gordura e uma discreta tendência para a obesidade, que se ode manifestar menos ou mais claramente de acordo com os Ajuntós (segundo e terceiro Orixá de uma pessoa). Por outro lado, essa tendência é acompanhada quase que certamente por uma estrutura óssea bem-desenvolvida e firme como uma rocha.

Tenderá a ser um tipo atarracado, com tronco forte e largo, ombros bem desenvolvidos e claramente marcados em oposição à pequena estatura;

Por essas qualidades, é relativamente fácil para os iniciados descobrirem que tal pessoa é de Xangô, pela aparência e modo de andar, o que é mais difícil para tipos pouco mais sutis e mistos como Oxum, Oçanhe e Omolu.

A mulher que é filha de Xangô, pode ter forte tendência à falta de elegância. Não que não saiba reconhecer roupas bonitas - tem, graças à vaidade intrínseca do tipo, especial fascínio por indumentárias requintadas e caras, sabendo muito bem distinguir o que é melhor em cada caso. Mas sua melhor qualidade consiste em saber escolher as roupas numa vitrina e não em usá-las. Não se deve estranhar seu jeito meio masculino de andar e de se portar e tal fato não deve nunca ser entendido como indicador de preferências sexuais, mas, numa filha de Xangô é um processo de comportamento a ser cuidadosamente estabelecido, já que seu corpo pode aproximar-se mais dos arquétipos culturais masculinos do que femininos; ombros largos, ossatura desenvolvida, porte decidido e passos pesados, sempre lembrando sua consistência de pedra.

Em termos sexuais, Xangô é um tipo completamente mulherengo. Seus filhos, portanto, costumam trazer essa marca, sejam homens, sejam mulheres (que estão entre as mais ardentes do mundo). Os filhos de Xangô, não costumam ser conhecidos socialmente como um tipo dado a aventuras. Não são os mitos sexuais de sua sociedade e é para muito poucos amigos que confessam suas conquistas, pois não faz parte de suas necessidades se auto-afirmar através desse expediente. São honestos e sinceros em seus relacionamentos mais duradouros, porque para eles sexo é algo vital, insubstituível, mas o objeto sexual em si não é merecedor de tanta atenção depois de satisfeito desejo.

Psicologicamente, os filhos de Xangô apresentam uma alta dose de energia e uma enorme auto-estima, uma clara consciência de que são importantes, dignos de respeito e atenção, principalmente, que sua opinião será decisiva sobre quase todos os tópicos - consciência essa um pouco egocêntrica e nada relacionada com seu real papel social. Os filhos de Xangô são sempre ouvidos; em certas ocasiões por gente mais importante que eles e até mesmo quando não são considerados especialistas num assunto ou de fato capacitados para emitir opinião. A postura pouco nobre dos filhos de Xangô e seu cultivo de hábitos considerados aristocráticos ou pouco burgueses, é resultado dessa configuração psicológica.

Porém, o senhor de engenho que habita dentro deles faz com que não aceitem o questionamento de suas atitudes pelos outros, especialmente se já tiverem considerado o assunto em discussão encerrado por uma determinação sua. Gostam portanto, de dar a última palavra em tudo, se bem que saibam ouvir. Quando contrariados porém, se tornam rapidamente violentos e incontroláveis. Nesse momento, resolvem tudo de maneira demolidora e rápida mas, feita a lei, retornam a seu comportamento mais usual.

Em síntese, o arquétipo associado a Xangô está próximo do déspota esclarecido, aquele que tem o poder, exerce-o inflexivelmente, não admite dúvidas em relação a seu direito de detê-lo, mas julga a todos segundo um conceito estrito e sólido de valores claros e pouco discutíveis. É variável no humor, mas incapaz de conscientemente cometer uma injustiça, fazer escolha movido por paixões, interesses ou amizades.

Xangô é o Orixá julgador, destruidor, inteligente, impulsivo, violento. Representa o poder transformador do fogo, é o padroeiro dos intelectuais e artistas. Seu número simbólico é o doze, assim como doze são os ministros, Obas, de Xangô.

Apesar de discordarmos da visão privilegiada do fogo como elemento de Xangô, insistimos que a pedra é seu símbolo básico, mais redutor e mais abrangente ao mesmo tempo.


--------------------------------

Quem me conhece que diga... Isso tudo tem a minha cara? Por que eu to impressionado para xuxu!

++postado por Eduardo - 5/15/2006 11:12:00 AM


Tuesday, May 02, 2006

Eu nem ia comentar...

Mas virou moda, então eu tenho que dar a minha contribuição:

Acredito que alcançamos o fundo do poço. Não existe mais espaço para tanta sem-vergonhice.
Penso até em inciar uma campanha pela mudança das cores do Brasil, O Vermelho deve marcar presença para representar a vergonha do povo brasileiro e o amarelo que representava nosso ouro, esse sim deve ser extirpado pois já nos foi roubado pela FALTA de vergonha de nossos governantes.

Chamem-me de antiquado, mas eu prefiro a epoca em que se defendiam de acusações pelo meio de fornecimento de provas concretas de idoneidade.
O sensacionalismo e sentimentalismo barato tem o seu lugar: Nas novelas e filmes de ficção.

Pior que a corja que faz uso dessa ferramenta, só mesmo os imbecis que dão espaço para ela.

Antigamente fazia greves de fome por causas nobres, a paz, a fome no mundo, a pouco tempo fez-se greve pelo Rio São Francisco (mas essa pouco foi noticiada).
Hoje um meliante, um pusilame faz greve de fome pois não lhe resta outro meio de provar sua inocencia, faz a greve por mera birra.

Como uma criança que lhe tem o brinquedo negado pelo pai e em represália ao pai, decide prender a respiração até ficar roxo. Como se tal coisa fosse possivel...

Castigados somos nós, que precisamos nos deparar todos os dias com as fotos sensasionalistas da esposa "fiel" e companheira de todas as horas ao lado do magoado e "caluniado" marido que em busca da tão sonhada honra familiar opta pela greve de fome. Não seria mais fácil, e mais ético, mostrar documentos que provem o contrario das denuncias?

Estamos em ano de eleições, e toda a movimentação politica feita visa pleitear algum cargo.

Nesse meio tempo, estamos perdendo 1BILHÃO de reais para os Venezuelanos que arbitrariamente ocuparam NOSSAS refinarias com o exercito retirando o controle da Petrobras das mesmas.

Ressarcimento? Negociação? Não..nada até agora.

E aonde esta nosso "presidente" enquanto nossa Hegemonia é atacada? Ora! Esta em campanha, e tentara HOJE uma conversa com o presidente Venezuelano...

Conversa? AGORA?!

Não é hora para conversa. Mas de ações!

Fomos banidos de lá?
Vamos banir os venezuelanos daqui, simples!

Confisquem as empresas que possuem negócios em território nacional, prendam e extraditem os venezuelanos (principalmente aqueles fdp com flautinha que enchem o nosso saco no centro da cidade) mostre não apenas aos Venezuleanos mas ao Povo Brasileiro que não se faz o que se bem entende com o Brasil.

++postado por Eduardo - 5/02/2006 11:02:00 AM


Friday, April 28, 2006

Já dizia seu madruga...

"Chaves, trabalhar não é ruim...o ruim é ter que trabalhar!"

Esta certissimo o sábio que disse tais palavras (caso esteja se perguntando quem foi, meu conselho é: leia o título antes de ler o texto, pombas!)

Cliente é bom..quando paga em dia e não enche a porra de vosso sacro saco, no dia que eu conhecer um assim juro que dispenso todos os demais e trabalho só para esse, se alguém conhecer tal cliente e não for da minha area por favor entregue o meu cartão a ele ou indique o sujeito ao meu
site ficarei eternamente agradecido a pessoa que assim o fizer, e não me esquecerei dela em minhas orações.

Baseado nisso recebi uma lista de pedidos que deixam qualquer profissional muito irritado (pelo menos na minha area) mas que por incrivel que pareça os clientes cismam em assim continuar fazer...

É ou não é para matar?
Tabela para Designers com taxas extras depois do projeto pronto:

"Aumenta essa letra?"
R$ 50,00

"Coloca esse amarelo mais vivo?"
R$ 90,00

"Troca esse vermelho por amarelo?"
Sob consulta (Em casos como trocar o tom da pele de uma foto fica mais muito
mais caro).

"E se a gente mudasse o menu pra cá? To achando isso meio parado..." (site
pronto)
Valor do site pronto x 5

(Depois de pedir incessantemente pelo estetoscópio na capa do manual médico)
"É mesmo, né? Não ficou muito legal... E agora?"
R$ 6.000,00

"Puxa mais pra cá... Isso agora mais pra cá, isso, troca essa cor... Agora
inclui essa foto... Podia mudar aqui né? Hum...Pô parace que piorou não
estou entendendo..."
R$ 8.500,00

2) SERVIÇOS & PROJETOS

Logotipozinho, logomarcazinha, marquinha e marquinhazinha
R$ 2.250,00
(preço também válido para "logotipo bem pequenininho", "simbolo", "desenho
pra colocar no cartão" e "elipse")

Convitezinho
R$ 345,00

Um folder rapidinho
R$ 1.250,00

Jeitinho aqui
R$ 150,00

Folhinha/Filipeta
R$ 355,00

Folhinha pra tirar xerox mesmo
R$ 456,00 (xérox não inclusas)

Uma faixa aí
R$ 2.230,00

Cartaz "que você ja pega pronto no Print Artist ou Photoshop"
R$ 564,00

"Botar um design" no meu site
R$ 5.300,00

Uma letra girando, assim ó...
R$ 250,00

Cartãozinho mixuruca
R$ 150,00

Só pra não passar em branco (Folder de aniversário de 50 anos da empresa)
R$ 6.000,00

Um site (Não interessa a quantidade de paginas, nem o que tem dentro, site é
site, ué)
R$ 15.000,00

Um portal (Sem diferença para o material acima, apenas na nomenclatura)
R$ 30.000,00

"Igualzinho a esse aqui, só vai colocar o meu timbre ao inves do dele aqui
em cima, entendeu? Pra não dar trabalho mesmo..."
R$ 1.000,00

Sem muitos detalhes
R$ 350,00

"Isso aí, você coloca no computador e ele faz"
R$ 1.250,00

"Ei, você que mexe com computador..."
R$ 500,00

"O chefe do departamento ja escolheu até a letra e a cor, agora ficou fácil"
R$ 250,00

"Na verdade o serviço JÁ ESTÁ PRONTO! É só colocar um pouco de design"
R$ 750,00

"É só uma firula mesmo né?"
R$ 450,00

"Na verdade é porque eu não tenho tempo pra fazer.."
R$ 2.500,00

"Eu confio em você, vê ai alguma coisa.." (não sabe nem o nome da empresa)
R$ 5.500,00

"Depois a gente vê uma maneira de te compensar..."
R$ 240.000,00

"Vê ai o que você faz pra mim?"
R$ 890,00

"Nossa, mas é so um site! Isso tudo?"
R$ 5.000,00

"POR PÁGINA??????"
R$ 345,00 (cada vez que a pessoa repetir essa frase)

"Aproveita pra ver o que aconteceu com o antivirus daqui da loja?"
R$ 350,00

"Ah.. tá.. ms isso ja estão incluidas as fotos e as modelos né?"
R$ 150,00

"É só esticar aqui, ó"
R$ 60,00

"Coisa simples"
R$ 2.500,00

"Não você não entendeu é simples mesmo"
R$ 3.500,00

"É você não entendeu mesmo"
R$ 4.500,00

"Só uma galeria de fotos. Quantas fotos? Ah umas 100, mas é so colocar ali
no canto"
R$ 890,00

"Ué, mas é só digitar como tá aqui no jornal."
R$ 980,00

"Escaneia daqui da revista mesmo"
R$ 200,00

"Eu quero um sáite" (Mecânico free-lancer)
R$ 2.800,00

"DUZENTOS E CINQUENTA REAIS???"
R$ 50,00 (subir mais R$ 50,00 a cada grito de desespero)

"Ah!! Pode pegar o logo do nosso site, não tem problema nenhum, eu autorizo.
É so clicar com o botão direito do mouse em cima e ir em salvar como..."
R$ 890,00

"COMO ASSIM, SEM A IMPRESSÃO???"
R$ 200,00 (afinal o cara ainda vai pagar a impressão!!)

"E quanto você cobra assim? Pra um site. É, completo! Sim eu sei, mas mais
ou menos? Tira uma média, site completo! Hum.. e outro mais simplezinho?"
R$ 450,00

"Ah mas eu achei a mesma coisa por R$ 30,00 cada página. E é serviço de
confiança. O que a gente pode fazer pra chegar nisso?"
R$ 200,00 (esses eu tenho vontade de xingar...)

"Pois é mas eu estou vendo com outras pessoas..."
R$ 100,00

"Tá, tudo bem... E fica pronto quando? Pode me mandar uma previa por email
hoje a noite?"
R$ 5.000,00


Galera não se esqueça!

DESIGN: FAÇA COM DESIGNER!

++postado por Eduardo - 4/28/2006 03:32:00 PM


Wednesday, April 26, 2006

Meu cachorro me odeia

E tem até certa razão de assim fazê-lo.
Ele tinha uma bolota na orelha, essa bolota começou a crescer e crescer e crescer até que certo ponto eu tinha um cachorro na bolota e não o contrário.

Inicialmente indo de encontro a máxima de que de médico e louco todo mundo tem um pouco, eu raspava a bolota do bicho (aquela que crescia não as quais ele nasceu com) passava iodo e deixava quieto, 3 dias depois a bolota estava de volta e para me afrontar cada vez maior.

Foi quando decidi levar meu cão no veterinário (terça feira) fizeram a biopsia e descobriram um TUMOR no cão, graças aos deuses Benigno, então eles operaram o bicho, fazer o que?

Então tá ele em casa groge feio um gambá bebado por causa da anestesia, e para piorar o drama usando aquelas cupulas de abajur na cabeça.

Nem preciso falar que para um Vira-lata sobrevivente da SUIPA essa cupula é a morte!

Ele nem me olha!

Preciso proteger minhas coisas, tenho a impressão que na primeira bobeada que eu der ele urina ou destroi tudo que eu tenho!


Soundtrack

Sempre que eu assisto BAND OF BROTHERS eu fico com essa música na cabeça sempre tentei prestar atenção na letra mas a unica coisa que eu entendia era o refrão que era a hora em que cessava o dialogo...
Bem dessa vez consegui a letra dela na página oficial da 101 Airbourne!

Durante o filme eu confesso que não há como prestar atenção no que a musica diz.

Mas se lerem a letra perceberão que é a história de um paraquedista recruta que justo em seu primeiro salto esquece de "hookar" a cordame ao arame do avião fazendo com que o seu paraquedas não abra... bonito não?

Se quiserem cantar junto, leiam a letra e cantem no ritmo de "Glória. Glória, Aleluia!"


Blood on the risers

He was just a rookie trooper and he surely shook with fright.
He checked off his equipment and made sure his pack was tight.
He had to sit and listen to those awful engines roar.
You ain't gonna jump no more.

Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
He ain't gonna jump no more.

"Is everybody happy?" cried the sergeant looking up.
Our hero feebly answered, "Yes", and then they stood him up.
He jumped into the icy blast, his static line unhooked.
And he ain't gonna jump no more.

Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
He ain't gonna jump no more.

He counted long, he counted loud, he waited for the shock.
He felt the wind, he felt the cold, he felt the awful drop.
The silk from his reserve spilled out and wrapped around his legs.
And he ain't gonna jump no more.

Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
He ain't gonna jump no more.

The risers swung around his neck, connectors cracked his dome.
Suspension lines were tied in knots around his skinny bones.
The canopy became his shroud, he hurtled to the ground.
And he ain't gonna jump no more.

Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
He ain't gonna jump no more.

The days he lived and loved and laughed kept running through his mind.
He thought about the girl back home, the one he left behind.
He thought about the medics and wondered what they'd find.
And he ain't gonna jump no more.

Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
He ain't gonna jump no more.

The ambulance was on the spot, the jeeps were running wild.
The medics jumped and screamed with glee, rolled up their sleeves and smiled.
For it had been a week or more since last a 'chute had failed.
And he ain't gonna jump no more.

Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
He ain't gonna jump no more.

He hit the ground, the sound was "Splat," his blood went spurting high.
His comrades they were heard to say, "A helluva way to die."
He lay there rolling 'round in the welter of his gore.
And he ain't gonna jump no more.

Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
Gory, gory, what a hell of way to die.
He ain't gonna jump no more.

There was blood upon the risers, there were brains upon the 'chute.
Intestines were a-dangling from his paratrooper suit.
He was a mess, they picked him up and poured him from his boots.
And he ain't gonna jump no more.


NOTA DO BLOGUEIRO: Antes que um mais afoito venha correndo exigir o trofeu cata-piolho eu vos digo logo:
Não, eu não escrevi "GLORY" errado, a letra é "GORY" mesmo, que nada mais é do que "sangrento" "Massacrante" algo brutal e violento, ok?

++postado por Eduardo - 4/26/2006 09:05:00 AM


Monday, April 24, 2006

Alguns dias para o dia D... e contando

Eu não vou para guerra (pelo menos não no sentido total da expressão) mas agora sei como se sentiram os pobres diabos enviados para a normandia quando receberam do alto comando do leste a noticia que o dia D se aproximava...

E sabendo que soldado é uma criatura limitada (assim como eu) eles devem ter pensando a mesma coisa que eu...

-FO-DEU..... FODEUGRANDÃO!

Pois é...não vou dar o dia exato nem onde ficarei pois fantasmas que ainda rondam este blog não precisam saber dos detalhes da minha vida (alias nem sei por que ainda cismam de vir aqui, mas isso são outros 500)

Quanto a mim?

To bem...

Entre um surto e outro eu fico bem...

Mas que eu dava um braço por uma garrafa de tequila eu dava... ahhh dava!

Então meninas e meninos, se o titio Ed sumir não liguem....

Eu vou estar passando por surtos psicóticos-paranoicos-obssesivos-compulsivos e já já, tão logo quanto o
diazepan bater eu volto!

Testes bestas

Internet é um amplo campo carregado de estrume digital, deste campo de esterco nascem certas perolas como esta:

TESTE DE PUREZA DO BRYAN

Fiz um teste para saber quão puro eu realmente sou.

Não tenho ideia do que o resultado abaixo demonstra...
Afinal eu não ando atropelando velhinhas pela rua nem dando banda em aleijados (parei com isso faz tempo já) :^)

E quem diabos é o Bryan para testar minha pureza?

Your Bryan's Purity Test Purity Test Results
you are 42.9% socially pure (57.1% socially corrupt); that is, you are 42.9% pure in the social domain.

++postado por Eduardo - 4/24/2006 11:13:00 AM


Friday, April 14, 2006

Magnetismo pessoal

Tem gente que é imã de dinheiro (invejo esses) tem gente que é imã de problema.
Deus quando me fez pensou: "Taí vou criar um imã para maluco!"

Ontem a caminho da tijuca parado em um sinal na Av. Maracanã, cuidando da minha vida, curtindo uma música enquanto esperava o sinal abrir (tem figura mais inocente que esta que eu descrevi?)
Derrepente eu ouvi:
"QUE BIGODE RESPONSA!!!"

Na minha ingenuidade me virei para ver de quem era o referido bigode, até fiz aquela cara de "Hein?! Cadê?"
Mal me virei e me deparei com um troço quadrado que piscou uma luz em mim "FLASH!"

Fiquei sem reação por uns 3 segundos eu acho.
O motoboy checou a foto do celular que tirou de mim, e na maior careta de pau me mostra a camera orgulhoso do enquadramento...Lá estava eu e meu bigode na foto e sem um centavo por direito de imagem adquirido!

Iniciei um "Maquemerdaéessamermão?!" enquanto abria a porta do meu carro para defenestrar um ofice-moto-boy-paparazzi dos infernos, mas ele tão rápido quanto clicou a foto deu suas razões:

"Calma parceiro! É para eu mostrar para minha mulher, senão ela não acredita em mim!"

O motivo me surpreendeu e por algum motivo não desci do carro, senti pena desse sujeito que precisa de comprovação visual para mostrar os bigodes que ele ve na rua para a dignissima dele...

Mas definitivamente eu preciso morar em algum lugar mais cosmopolita!


Quando não é uma... é a outra!

Pois é...estou cercado por idiotas!

Quando não é a minha irmã, é a namorada do meu irmão.

Estavamos conversando sobre presentes de pascoa quando ela se vira e diz:

"Acho que isso não tem nada a ver com o natal..é muito Pascoa isso!"

Respondi:

"Que bom, pois a intenção era ser essa mesma, falta pra dedeu pro papai noel chegar ainda!"

Ela tenta corrigir:

"Eita é mesmo..a Pascoa é só no final do ano!"

Eu e meu irmão desistimos e deixamos ela sozinha na sala...

Nota mental:

"Passar feriados na casa da Mariana, deve ser lindo ver uma cenoura montada no meio da sala em pleno dezembro com vááááários ovois de chocolate em baixo dela deixados é claro por um coelho gigante que desceu de trenó vestindo gorro e roupas vermelhas.
Já nesse domingo a tradição manda que haverá a grande procura por presentes pela casa dela...quando um velho barbudo vestido de coelho esconderá os presentes das crianças boazinhas (e burras?)"

Eu não sei o que a mãe da namorada do meu irmão tomou quando resolveu ensinar os feriados a ela, mas seja o que for é forte e faz efeito prolongadissimo!!!!

++postado por Eduardo - 4/14/2006 10:53:00 AM


Thursday, April 13, 2006

Pensem comigo no sinal... 1.... 2....3!!! SHITSTORM!!!!

Uma viagem para o espaço custa em média uns U$ 10 milhões (preço divulgado pelo governo lula)
Uma das tarefas "importantes" do astronauta tupiniquim era plantar um feijão no espaço (???!!!??)

PORRA! Isso eu fiz no meu C.A. no Veiga de Almeida e ninguem me deu verba de U$ 10 milhões! pelo que me lembre eu até tive que trazer da MINHA casa o feijão o algodão e o copinho de plástico, a unica coisa que a escola colaborou foi com a agua que eu regava o feijãozinho, se formos considerar que meus pais pagavam pela mensalidade...o projeto era todo meu mesmo!

Agora a menos que os cientistas tupiniquins venham me dizer que foi gerada uma nova raça de feijões com mil e uma utilidades, eu vou achar um desperdicio de nosso rico dinheirinho!

Outras experiencias legais e bem mais interessantes que plantar feijão no espaço seriam:

a) Procurar nossa economia (essa ja foi pro espaço a tempos)

b) Visualizar o mar de lama brasileiro e mapea-lo, produzindo assim suas primeiras cartas nauticas

c) Tirar fotos das unicas contruções e acidentes geográficos visiveis do espaço, a muralha da china, o grand canyon, o rio amazonas e monte everest e o nariz de mentiroso do Zé Dirceu

d) calcular se a estrela do PT caindo lá de cima pode causar algum dano (maior do que ja causou) a terra.

Mas se realmente querem investir nessa história de feijão, beleza eu brinco junto.
Mas pelo menos mandem os Sem Terra pra lá pra plantar os malditos feijões!!!!

++postado por Eduardo - 4/13/2006 09:14:00 AM


Thursday, March 30, 2006

Tá em voga, fazer o que?

Que discussão é essa sobre o primeiro brasileiro no espaço?
Isso é conversa velha já!
Ou a gente ta esquecendo dos 22 que mandamos pro espaço com aquela explosão na base de alcantara?
Esse é o primeiro que mandamos pro espaço com chances de retorno!

Não passa um dia...um dia sequer...

Minha irmã (ai-ai) comentando do astronauta brasileiro:
-Toda vez que ele percebia que estava sendo filmado ele apontava pra bandeira do Brasil e fazia o gesto de "legal"
-Po DUDU ele chegou muito rápido na estação! O CARRO (nããããããããããoooooooooo!!!!!!!) foi muito rápido só levou 7 minutos para DEIXAR ele lá (sim pq na cabeça dela o FOGUETE volta e depois pega eles novamente!)

MOmentos depois:

Eu conto a asneira pro meu irmão e ele se vira para ela e diz
Claudio: Porra menina como tu é burra!
ML: Ahhh eu confundi!
Claudio: Porra tu nem deve saber pra onde o cara foi!
ML: Pro claro que sei..pro espaço..pra perto de MARTE né?

Silencio de estupefação na mesa...

Tem horas que é dificil ouvir uma dessas calado...

E VOCÊ NÃO GOSTA DE GÍRIAS, FALE DIFÍCIL!!!

1 - Prosopopéia flácida para acalentar bovinos (Conversa mole pra boi dormir)
2 - Colóquio sonolento para bovino repousar (História pra boi dormir)
3 - Romper a face (Quebrar a cara)
4 - Creditar o primata (Pagar o mico)
5 - Inflar o volume da bolsa escrotal (Encher o saco)
6 - Derrubar, com a extremidade do membro inferior, o suporte sustentáculo de uma das unidades de acampamento. (Chutar o pau da barraca)
7 - Deglutir o batráquio (Engolir o sapo)
8 - Derrubar com intenções mortais (Cair matando)
9 -Aplicar a contravenção do Dr. João, deficiente físico de um dos membros superiores. (Dar uma de João sem braço)
10 -Sequer considerar a utilização de um longo pedaço de madeira. (Nem a pau)
11 - Sequer considerar a possibilidade da fêmea bovina expirar fortes contrações laringo-bucais. (Nem que a vaca tussa)
12 - Derramar água pelo chão através do tombamento violento e premeditado de seu recipiente. (Chutar o balde)
13 -Retirar o filhote de eqüino da perturbação pluviométrica. (Tirar o cavalinho da chuva)
14 - Bucéfalo de oferendas não perquiris formação odôntica! (Cavalo dado não se olha os dentes!)

ADVERTÊNCIA PARA FINS DE SEMANA OU FERIADOS
O orifício circular corrugado, localizado na parte ínfero-lombar da região glútea de um indivíduo em alto grau etílico, deixa de estar em consonância com os ditames referentes ao direito individual de propriedade
TRADUÇÃO: Cú de bêbado não tem dono.

Excelentes opções para discursos e/ou entrevistas onde se fala muito e não se diz nada... Garantimos que tais termos farão o maior sucesso nestes casos...

++postado por Eduardo - 3/30/2006 01:59:00 PM


Thursday, March 16, 2006

EU ESTAVA ERRADO

Confesso que estava enganado sobre o Galinho Chiken Litte!
A propaganda veículada no Brasil não fazia jus a pelicula.

Confesso que fui guiado pela minha antipatia desde o principio.
Aqueles comerciais com atores globais bancando os imbecis pedindo para darmos uma cahnce para o "galinho" me torrou e eu não dei a chance.

Continuo achando os comerciais uma merda! Mas o filme é maravilhoso!
A Disney acertou na mosca com uma pelicula maravilhosa, engraçada, com personagens envolventes e situações hilárias.
A versão original pelo menos... a dublada não consegui assistir nem 5 minutos, impresionante o talento dessas pessoas para destruirem um filme.

Mas vale a pena, a história e os personagens são muitos divertidos...
E pela primeira vez um heroi bem no estilo NERD hahahaha

A musica do filme..que rola direto no meu itunes e ipod... to viciando nela!


Artist: Barenaked Ladies Lyrics
Song: One Little Slip Lyrics

It was a recipe for disaster
A four course meal of no sorry
It seemed that happily ever after
Was happy everyone was after me
It was a cup of good intentions
A table spoon of one big mess
A dash of over reaction
I assume you know the rest

(Chorus)
One little slip, One little slip
It was a fusion of confusion
With a few confounding things

I guess I probably took the wrong direction
Well I admit I might have missed a sign or two
I ran a light past your effection
And humiliation never knew
Took a right turn at confusion
A left when I shoulda gone straight on threw
I ran ahead with my assumptions
We all know what that can do

(Chorus)

I get the felling in this town
I’ll never live till I live down the one mistake that seams to follow me around
But they’ll forget about the sky
When they all realize the sky is trying to fly on ith ground

It was a cup of good intentions
A table spoon of one big mess
A dash of over reaction
I assume you know the rest

One little slip, One little slip
It was a humble little stumble
With a big un-graceful…

(Chorus)

Infelizmente não passa um dia sem...

Que a minha irmã fale das suas
Dessa vez o meu irmão estava contando uma história descrita incialmente pelo Dalai Lama sobre a origem do SHITZU o cachorro.
Meu irmão disse que a Princesa do Tibet Se apaixonara perdimanete pelo Principe da China.
MAs as familias eram inimigas e proibiram esse amor.
Então para eles ficarems emrpe juntos cada um levou seu animal de estimação e fizeram eles cruzarem
Da cria nasceu o SHITZU que significaria algo como amor eterno assim a Princesa do Tibet podia ficar para sempre com o Principe... Principe
Meu irmão foi acometido de um branco.. e pediu ajuda...Putz pais vizinho do Tibet!
minha irmã sempre Solicita:
EGITO! O PRINCIPE DO EGITO!
Silêncio na sala

++postado por Eduardo - 3/16/2006 11:24:00 AM


Tuesday, March 14, 2006

Reporte de Noticias

Bem seriam vários posts porém farei algo no estilo reporter esso dos anos 50 quando as pessoas iam aos cinemas para ver noticias e o filme da noite.
Ficou comprovado que minha irmã é um caso perdido, ou melhor, uma besta sem cura.
Resolvemos assitir o DVD do Galinho Chiken Little, opção em inglês claro legenda em português paras as bestas da casa poderem entender.
Nada de novo.
Passando o trailer do Bambi 2 aparece a seguinte palavra enorme no meio da tela

Autumm

Ao que minha irmã retruca:
Ué bambi não é um veado? Por que escreveram ATUM?

Novo trailer, carros o novo filme da PIXAR
mesma situação mas desta vez a palavra é...

Spring

E novamente ela:
Ihhh maior propaganda de ar condicionado no meio do filme (SPRINGER CARRIER?!?)
E nos corrigindo:
È UMA ESTAÇÃO DO ANO PORRA!
Ela novamente:
-Ahhhh é.. Inverno!

Domingo um disjuntor do prédio entrou em curto, fui encarregado de comprar um novo (ja que o maldito que deu curto era da minha unidade) e pela total falta de mão de obra competente (e dispensavel) fui eu mesmo fazer a troca:
Estava eu mexendo na fase do prédio alegre e sorrateiro quando ZAAAAAAAAP tomei um choque daqueles!
Sempre me disseram que quando você tem uma experiência proxima da morte a sua vida passa em um filme.
É verdade! Passa mesmo!
Com isso cheguei a algumas conclusões:
Preciso melhorar a produção do meu filme... ta muito pobre visualmente.
O elenco definitivamente precisa de melhorias
Alguns efeitos especiais foram adicionados (principalmente depois desse choque!)
Quando dei por mim estava do outro lado da garagem meio confuso e completamente grogue.
Voltei a mim, recuperi a ferramenta, que havia voado obviamente para baixo do unico carro que se encontrava na garagem,e como um guerreiro que se da conta da batalha a frente carguei contra meu inimigo.
5 minutos depois tive o prazer de ver uma reprise da minha vida já com os efeitos especiais do evento anteiror adicionados, o que vem a provar que nós não aprendemos com as adversidades...
O lado bom foi que o ultimo choque foi só de despedida pois o serviço esta pronto...agora tem luz na casa.... mas se der problema de novo, lubridiarei minha irmã para fazer o concerto...
O Cláudio não dá...muito desocnfiado o desgraçado!

++postado por Eduardo - 3/14/2006 06:02:00 PM


Sunday, March 12, 2006

Leia e reflita


1. Never, under any circumstances, take a sleeping pill and a laxative on the same night.

2. Don't worry about what people think, they don't do it very often.

3. Going to church doesn't make you a Christian anymore than standing in a garage makes you a car.

4. Artificial intelligence is no match for natural stupidity.

5. If you must choose between two evils, pick the one you've never tried before.

6. My idea of housework is to sweep the room with a glance.

7. Not one shred of evidence supports the notion that life is serious.

8. It is easier to get forgiveness than permission.

9. For every action, there is an equal and opposite government program.

10. If you look like your passport picture, you probably need the trip.

11. Bills travel through the mail at twice the speed of cheques.

12. A conscience is what hurts when all of your other parts feel so good.

13. Eat well, stay fit, die anyway.

14. Men are from earth. Women are from earth. Deal with it.

15. No man has ever been shot while doing the dishes.

16. A balanced diet is a cookie in each hand.

17. Middle age is when broadness of the mind and narrowness of the waist change places.

18. Opportunities always look bigger going than coming.

19. Junk is something you've kept for years and throw away three weeks before you need it.

20. There is always one more imbecile than you counted on.

21. Experience is a wonderful thing. It enables you to recognize a mistake when you make it again.

22. By the time you can make ends meet, they move the ends.

23. Thou shalt not weigh more than thy refrigerator.

24. Someone who thinks logically provides a nice contrast to the real world.

25. It ain't the jeans that make your butt look fat.

26. If you had to identify, in 1 word, the reason why the human race has not achieved, & never will achieve, its full potential, that word would be "meetings."

27. There is a very fine line between "hobby" and "mental illness."

28. People who want to share their religious views with you almost never want you to share yours with them.

29. You should not confuse your career with your life.

30. Nobody cares if you can't dance well. Just get up and dance.

31. Never lick a steak knife.

32. The most destructive force in the universe is gossip.

33. You will never find anybody who can give you a clear and compelling reason why we observe daylight savings time.

34. You should never say anything to a woman that even remotely suggests that you think she's pregnant unless you can see an actual baby emerging from her at that moment.

35. There comes a time when you should stop expecting other people to make a big deal about your birthday. That time is age eleven.

36. The one thing that unites all human beings, regardless of age, gender, religion, economic status or ethnic background, is that, deep down inside, we ALL believe that we are above average drivers.

37. A person, who is nice to you, but rude to the waiter, is not a nice person. (This is very important. Pay attention. It never fails.)

38. Your really friends love you anyway.

39. Thought for the day: Never be afraid to try something new. Remember that a lone amateur built the microsoft-com. A large group of professionals built the Titanic

++postado por Eduardo - 3/12/2006 07:39:00 PM


Friday, March 10, 2006

Elegia ao melhor amigo

Fazer uma elgia nunca é algo fácil ou agradavel.
O que dizer, ou escrever sobre alguem que somos obrigados a nos despedir?
Não por que os ventos mudam e coisas "e coisas ou novos caminhos" se abrem mas por por algo muito mais simples e verdadeiro. A morte.
Palavras e elogios poderiam correr durante horas e ainda assim não seria o bastante e nem o suficiente para expressar com exatidão o sentimento de uma familia.
Esteve conosco por 18 anos, no bom e no pior, sempre ao lado, pois é de sua natureza ser fiel e companheiro.
Lépido, agil, fagueiro e muito alegre era ele quando um mero filhote
Aos poucos sua juventude foi sendo tomada, e aqueles pequenos problemas foram se assentando.
Aguentou tudo com a dignidade dos nobre, da realeza.
Companheiro e fiel até mesmo a ultimo suspiro.
Morreu só, talvez assustado, embora cercado pela familia.
A doença que lhe atacava lhe privava os sentidos e em breve nem mesmo aos teus podia sentir... Uma ironia cruel do destino que aquele que devotou uma vida em ser companheiro, em sua morte não pode se sentir acompanhado.
Cuide bem de seu cão, gato, papagaio ou piriquito.
Jamais pense que eles não se comunicam.
Palavras jamais lhe faltam, basta você saber onde procura-las... busque em seus olhos... vasculhe sua alma..e lá estarão.
Provas talvez de alguma coisa maior..infinita... dedicação em forma de fidelidade e amor.
Uma fidelidade genuina e um amor gratuito, esteja você como estiver, seja você como estiver..eles o amarão..afinal és dono, és mestre és sobre tudo amo.
Não o abandone em seus dias finais. POis são nestes que eles mais precisam de você
E é o minimo que podemos fazer para retribuir tanto amor e alegria que nos foi dado e jamais nada em troca exigido.
Pity era um cachorro sem igual. Igual, aposto a muitos que existem por aí aos olhos de seu dono.
Muito aprendi com ele
Muito vivi com ele
Duro vai ser aprender a não te-lo mais por perto.
Godpeed Pity GodSpeed!
Que o barqueiro lhe leve... te vejo após a minha travessia!
Godspeed!

++postado por Eduardo - 3/10/2006 04:54:00 PM


Tuesday, March 07, 2006

Finalmente Aconteceu

Depois de séculos, finalmente houve aquela mudança na ordem natural das coisas.
E só percebi isto graças a um amigo que foi ao cinema e me ligou intrigado:
-Ed!
-Fala...
-Viramos minoria!
-Que?
-Viramos minoria!
-Do que você está falando homem de deus?!
-Fui ao cinema hoje com a minha namorada e só tinha filme gay passando!
-Filme gay?
-Pô! Cowboiola (pro menos preconceituosos O segredo de BrokeBack Mountain), Bambi 2 e Capote. (pros mais idiotizados, capote foi um reporter assumidamente gay)
-Éééééée´... percebo o drama
-Viramos minoria!
-Beleza...
-Beleza?!
-Por mim...
-Tu não tá preocupado?
-Eu não... agora pertenço a minoria... fazer o que?
-Pô! Cara! Somos minoria!
-Caralho! Vira gay então e passa a constar na maioria!
-Ahh engraçadinho e voê vai fazer o que?
-Vou fundar uma ONG contra o preconceito aos heteros e fazer uma parada em copacabana no Dia do orgulho Hetero! E to chutando a porta do armário... Ja que macho que é macho não sai do armário..arromba a porta!
Depois dessa duvido que ele me ligue com qualquer outra consideração que julgar importante...


Seria cômico se não fosse trágico

Recebi um manual de conduta profissional para a minha atividade, que é DESIGN pros mais bestas que estão se perguntando o que eu faço...
Pois bem... livrinho bonitinho, bem diagramado..claro né..se foi feito pr designers é o minimo que pderiamos esperar e ficou no minimo mesmo, por que o conteudo é quase hilário.
Não todo. a parte da ética e do estatuto eu achei do caralho... e é bom saber que algumas delas eu já seguia meio que instintivamente, o problema ta nos preços...
Só para terem uma ideia alguns itens que nocautearam minha mente:

Logos: entre R$ 8.000,00 e R$ 12.000,00
Sites: à partir de R$ 4.000,00
Arte para impressos e folders: em média R$ 800,00

Entenda que não sou contra estes preços, quem me dera poder cobrar algo assim de algum cliente um dia sem ser posto para fora do prédio pelos seguranças do local.
Mas das duas, uma:
Ou este livro foi traduzido direto da Suíssa ou Alemanha e simplesmente não converteram os valores....
OU o designer que fez isso anda esquecendo de tomar os prozacs dele...

Nunca vi uma maior disassociação com a realidade politico-economica do que estes preços.
Tentei argumentar, entrando em um fórum. Defenderam estes preços com unhas e dentes.
No Orkut a mesma coisa... "Tem que cobrar caro mesmo!" etc etc etc

Então escroto que só eu perguntei:
Ok quantos daqui cobram de acordo com esta tabela?
Alguns "Eu..mas dou descontos então fica mais barato"
Vá se foder! Se dá desconto não cobra pela tabela ainda mais pq nunca ouvi falar de descontos na ordem de 85%.
85% não é desconto! Esse cara deve dizer pro cliente "Olha eu cobro 5.000 mas com o desoconto cai para R$ 1.250,00...quê tá caro? Ok milzin e eu deixo tu me enrabar!"
Falta de coêrencia... e fica o bocó se enganando... Ahhh eu sou um designer careiro... cobro 5.000! Cobra nada!
Eu digo abertamente que não pratico aqueles preços, e só os praticarei no dia em que decidir não trabalhar mais... sim por que no dia em que eu decidir cobrar uma arte 800 berimbaus..ninguem me chama para mais nada! Vou morrer de fome!

Então ficamos combinados assim... eu cobro de acordo com a minha tabela de morto de fome... eles pela deles... eu pago as minhas contas e vejo eles indo pro SERASA..tudo uma beleza :^)

++postado por Eduardo - 3/07/2006 10:11:00 AM


Sunday, February 26, 2006

Lógica Eduardiana

Conversa com um "amigo" que achou Cristo:

-Eu amo Jesus, Qual a pessoa que você mais admira?
Eu respondo:
-Hummm assim de sopetão devo responder Mark Twain
-Por quê?
-Bem, ele é sarcastico, cinico, beberão, fuma charuto, é muito inteligente e tem sérias duvidas sobre o envolvimento de Deus com o nosso dia a dia... Em suma? Tudo que eu respeito e admiro!
-Mas por que você admira uma pessoa dessas?
-Pô tu preferia ser o contrário? Que eu fosse boa fé, sóbrio, burro e crente?
-Tirando burro todas as outras são qualidades... você devia experimentar...
-Não dá...
-Por que não?
-Para se chegar nessas qualidades, ser burro é pré requisito...
Silêncio é o que resta

Mas o bom dessa gente é a persistência... eles acreditam que lhe vencem pelo cançasso.

-Eu falo com Deus todos os dias...
-Bom para você.Triste deve ser a conta de interurbano...
-Sério, Você devia conhecer Deus.
-Eu conheço Deus!
-Conhece?
-Conheço!
-Me prova!
-Você ja sentiu medo?
-Sim claro!
-E no meio da noite sem saber para quem recorrer, já fechou os olhos e pensou bem forte e desejou que as coisas melhorassem?
-SIM!
-Então! Deus é o cara que está ignorando você naquela hora!
Mais silêncio

Sangue do meu sangue

Pelo telefone a gênia da casa:
-Caraca Dudu pulando carnaval eu torci o meu pé e não consigo mais pegar nada!
-O que o pé tem a ver com a tua mão?
-Ihhh caramba confundi o pé com a mão!
-Quem olha logo nota que deixou de andar de quatro a pouco...

Sangue do meu Sangue II

A namorada do meu irmão:
-Dudu o Claudio se envolveu em uma briga aqui no condominio!
-Ele ta bem?
-Ele e os amigos bateram numa galera aqui.
-Entendo...bota ele na linha
Passa um tempo...
-Oi!
-Tu brigou seu viado?
-Sim!
-Porque?
-Os malucos cheio de marra passaram no nosso isopor e pegaram as nossas ultimas cervejas
-Hummmm...Ok, isso eu posso entender! Mas vocês não quebraram muito os caraa não né?
-Não.. não muito... bem...mais ou menos ...quando eles pagaram as cervejas e a gente deixou eles irem!
-Bom garoto... agora tras uma dessas para casa que teu segrego fica guardado!

Eu sou um puta irmão! Não?

++postado por Eduardo - 2/26/2006 09:39:00 PM


Wednesday, February 22, 2006

Curtas e nem todas grossas

Uma série de posts curtos...

Qual dono, tal cão...

Ultimamente venho observando demais meus cães, principalmente o vira-lata. E quanto mais eu observo mais chego a conclusão que aquele bicho é maluco (como eu)
Creio eu que das duas, uma:
Ou ele decidiu que não quer mais ser cachorro, ou ele adquiriu multiplas personalidades.
Tenho percebido nele tendencias felinas e anfibias
Ultimanete ele tem adquirido um gosto estranho por leite, sempre que eu vou tomar meu café com leite de manhã ou meu sucrilhos (sim eu como sucrilhos!) ele começa a ganir feito um desesperado, só sossega quando dou a ele uma tirrina de leite.
O lado anfibio se manifesta quando ele cisma de correr atrás de moscas... e só sossega quando consegue pegar uma, nessa hora ele deve sentir falta de mãos, pois pela falta das mesmas é obrigado literalmente a abocanha-las e pela cara que faz quando consegue, o gosto não parece ser lá dos melhores.

A vida não é só labuta

Fiz um site meu o
www.edsturges.com e lá coloquei meu portfólio (passa lá e vê)
E um cliente metido a espertinho vendo meu portfólio me diz:
-Porra Ed tu só trabalha para puta?
Eu perco o cliente mas não a piada
-Nem, as vezes trabalho pros filhos dela também...
Silêncio na sala...

E dizem que tem o mesmo sangue...

Sabadop familia reunida vendo o show dos Rolling Stones, minha irmã a eterna critica musical:
-Mas porra ele só canta em inglês! Que saco.
`Pela primeira vez em anos fiquei sem saber o que dizer...

E dizem que tem o mesmo sangue... Parte II

Essa semana a bateria do meu carro morreu, eu estava em algum no meio de jacarepagua, liguei para casa procurando meu irmão:
-Mary Lee, cadê o Claudio?
-Saiu, por que?
Explico a situação
-Po vem para casa de onibus! diz ela.
-E o carro o besta?
-Traz com você né?!
Não sei por que não pensei nisso antes... pegar um onibus com o meu palio... dificl é faze-lo passar pela roleta!
O mais triste é que isso faz perfeito sentido para ela.

A vida não é só labuta. Parte II

Cliente entusiasmado.
-E o meu site com chat, bancos de dados, procura online (offline é que nao podia né!), cadastro, senhas, comercio e aquele design caprichado? Quanto vai custar?
Eu o mais blasé possivel:
-Pelo orçamento 10.500 reais
-PQP que roubo! (já me emputeci) e por 300 reais o que vc me dá?
-Te dou um parecer técnico.
-Que parecer técnico?
-Por trezento reais eu lhe atesto que vais ficar sem o site. Vai pagar em dinheiro ou cheque?
Silêncio na sala...

A vida não é só labuta. Parte III

Cliente me chama em seu escritório no centro da cidade, eu vou.
Chego lá e ele:
-Ed minha internet não tá funcionando?
-E eu com isso?
-Concerta!
-Caralho que concerto! Eu sou designer não técnico em informática!
-Porra tu nem tem como dar um jeitinho (lei de Gerson aplicada a informática)?
-Ok.. Mas vou logo avisando que vou cobrar consultoria pelo serviço!
-Tudo bem!
Levei 3 segundos para achar o problema...
-Achei!
-O que era?
-Esse modem é das antigas, só funciona como cabo de energia plugado na tomada!
-Putz to com vontade de chorar...
-Se ainda não estiver com certeza vai ficar depois de ver o preço desse "concerto"...
Foram os R$ 150,00 mais fáceis que ja ganhei na vida e olha que dei desconto de R$100,00 na consultoria...
Ainda ouço antes de deixar a sala.
-Ok na proxima vez antes de alguem ligar pro Eduardo CHEQUEM TODAS AS TOMADAS SEUS FILHOS DA PUTA!
Viu como funcionou?

Agora sei o que leva alguem a ser mecânico...

Na oficina:
-O problema é a bateria
-Isso foi o que eu te disse
-Só tava checando
-Sei
-Vai trocar a bateria?
-Não troca o carro... acho que vai funcionar melhor se trocarmos o carro e colocarmos a mesma bateria velha...
-Como?
-Troca logo a bateria!
Foi a troca de bateria mais rápida que já vi

Música bem legal...

Ok nem todos podem gostar, mas eu acho ela divertida...


Take me out to the Ball Game

Take me out to the ball game
Take me out to the crowd
Buy me some peanuts and cracker jacks
I don't care if I ever get back
And it's root, root, root
for the home team
If they don't win, it's a shame
Cause it's one, two, three strikes
You're out
At the old ball game

++postado por Eduardo - 2/22/2006 11:54:00 AM


Wednesday, December 21, 2005

Reflexões, versão beta tester

Pois é mais um ano que se finda, vagabundo ja na sanha pela rabanada, peru, cerveja e outras comidas e bebidas festivas.
E nessa parte do ano é sempre inevitavel você refletir e acabar fazendo o balancete do ano. eu pelo menos sempre faço, nem sempre posto aqui mas sempre faço.
A parte impressionante é que no dia 6 deste ano farão incriveis 5 anos de postagens em blog! A porra dessa tempo passa!
Não neste blog, desde que iniciei-me nesta "arte", com grandes ressalvas, já tive 4 blogs, O foxhole parece ser o definitivo, apesar dele mesmo ja ter agonizado e quase morrido algumas centenas de vezes... mas quem escreve sabe que é assim, eu sei por que me contaram pois até agora não aprendi a escrever direito... mas como vocês continuam voltando aqui eu continuo tentando para parabenizar a vocês pela paciência...
Mas vamos as reflexões.
Ano complicado esse, em diversas areas porem acredito que muita coisa se resolveu e o desfecho de alguma forma sempre me favoreceu, o que seria equivalente dizer que este ano foi MEU, todo meu.
Aprendi muito, sobretudo:
Que esperar alguém 4 anos por "alguém" é imbecilidade, sem retribuição nada vale por mais que uma semana, na próxima vez que eu quiser alcançar algo gelado, viro alpinista e só o cume interessará (com duplo sentido please).
Dessa forma acabou mesmo, eu pensei que fosse ficar de fossa pelo menos 2 meses com isso, sabe o que foi estranho? não fiquei sequer 2 dias... acho que se deu no momento certo, meus tios dos EUA estavam aqui comigo, então eu liguei o foda-se, o unico problema é que ainda não desliguei o foda-se...nem tão pouco pretendo.
Que tudo que eu tenho, quem foi a luta e trouxe fui eu, ninguem jamais me deu merda nenhuma, nem tão pouco eu quero que me dêem, se me interessar podem deixar que eu pego, farei mais rápido, da melhor forma e com resultados muito mais duradouros, obrigado.
Que eu nasci pro mundo da politica, é um mundo escroto, mentiroso e falso, mas até aê eu sou filha da puta, cinico, sarcastico e o cara com a maior capacidade diplomática que eu conheço...
Aprendi que diplomacia é a arte de mandar alguém a merda de tal forma que ele fica ansioso para começar a viagem, e que vejam só, eu sou otimo nisso.
Infelizmente sou completamente amoral, não existe ética nos negócios, o que existe são resultados, e graças a esse pensamento a empresa esta tendo o melhor ano possível, pessoas perderam o emprego? Clientes foram a bancarrota? Velhos perderam seu nome no SERASA? Me lembrem de soltar uma lágrima por estes mais tarde, agora não posso, eu to contando dinheiro...
Com relação a relacionamentos, fora o já dito, eu percebi que a primeira pessoa que deve ter a obrigação de me fazer feliz sou eu mesmo, e que estando feliz é prova de que não preciso de ninguem, afinal ninguem irá me completar, eu sou completo, então a menos que apareça alguém que queira lutar ao meu lado, eu to dispensando. A menos que você seja gostosinha e queira uma noite movimentada.
Aprendi a perdoar, mas aprendi que jamais devo esquecer o que foi feito, pois se eu esquecer é possivel que a pessoa faça novamente aquela merda. O que vai me obrigar a ser medieval com o rabo dela.
Estou aprendendo de uma forma dura que perder alguém que se ama lentamente é muito pior que se imagina. 17 anos é muito tempo para um cãozinho, mas creio ter sido o tempo que precisei para aprender o verdadeiro significado da palavra FIDELIDADE
Definitivamente eu gosto muito mais de cães do que de gente, basta dizer que nunca conheci um cachorro filha da puta, mas gente eu conheço aos borbotões...
Que sou capaz de atos de extremo altruísmo por aqueles que amo, me prejudicar por aquilo que acredito, lutar por aquilo que eu ache que vale a pena lutar, e se eu perder? Numa boa, ninguém me verá dizer palavra sobre a minha perda, o tempo que eu gastaria reclamando eu posso estar juntando os cacos e reconstruindo o que der mesmo com ferramentas imperfeitas, e assim que der, eu tento novamente. Tenho certeza que o destino desiste muito antes de eu o fazer, funcionou com tudo na minha vida...
A melhor maneira de se atacar um problema é identifica-lo ver a sua fonte e expurga-la, não importando o que seja nem no que poderá acarretar. O problema é uma máquina? Substitua. Uma Pessoa? Livre-se dela! Simples assim.
E sobre tudo, que a vida é muito mais simples, a gente é que se enfia em questões morais e tenta viver com regras impossiveis, quando vocês perceberem o que eu percebi, viverão mais satisfeitos consigo mesmos...
Boa sorte a todos!

++postado por Eduardo - 12/21/2005 09:37:00 AM


Tuesday, December 20, 2005

A verdade doi...

Rui era ,o que podemos chamar de, um grosseirão. Se houvesse duas formas de dizer uma coisa ele escolheria a que causasse mais dano ou dor a psique de seu interlocutor.
Ele até parecia gostar, na verdade adorava, ser assim. Passava os dias como um tubarão branco, aparentemente nadando sem rumo, mas estava sempre de olho na proxima presa. Ai de quem precisava ouvir Rui.
O que não são poucos os que precisam ouvir Rui, sabe como dizem, o demônio cuida dos seus, Rui era um bam bam bam na empresa em que trabalhava, um daqueles cargos que ninguem sabe exatamente para que serve, mas sem o qual a empresa parece não funcionar, quase kafkiano se tal palavra existisse.
Rui parecia não conhecer a palavra misericórdia e a página que continha a palvra perdão definitivamente foi arrancada de seu dicionário moral. Vamos ser sinceros? Que moral? Sim, Rui era amoral no sentido pleno da palavra. Não fazia prisioneiros, sempre tinha uma resposta ácida na ponta da língua, e que língua! Era pior que um chicote, afirmação testada e aprovada por aqueles que a sentiram o estalar do chicote em suas direções.
Mesmo quando ajudado, Rui dava um jeito de ferir:
-Sr, o ziper da sua braguilha esta aberto.
-Quer fazer o favor de parar de olhar pro meu pau?
E isso por que estava de bom humor, se estivesse de mal humor provavelmente colocaria o dito cujo a mostra, puxaria o pano dos bolsos para fora e os abanaria como orelhas de elefante enquanto imitaria o som que lhes é peculiar. Que o diga Dona Maria, a servente de 70 anos que teve a honra de conhecer o elefante da desventura ao vivo e a cores. Foi preciso muita terapia e aconselhamento para Dona Maria poder assistir ao Vida Animal sem traumas novamente.
Muito se especulou sobre o que levaria uma pessoa como Rui a agir de tal forma, as teorias foram inumeras, porém nenhuma foi testada ou comprovada pela falha em se achar voluntários dispostos a testar as teorias.
O efeito notado era que cada vez menos se falava ou se procurava falar com o Rui, por sorte nos encontramos na era eletrônica, e-mails, MSN e SMS eram as ferramentas utilizadas para contatctar Rui.
Mensagens breves e o mais diretas possiveis, sem delongas nem apresentações para que não desperte a fera em Rui.
E assim ia se levando e a convivência com Rui chegou a niveis perto dos toleráveis, e estavam quase pensando em chama-lo para o churrasco de confraternização da firma... quase!
Mas um dia um blecaute atingiu a cidade, e o pânico se instaloou no escritório, alguém precisava informar ao Rui o andamento das coisas, afinal ele era o diretor de assuntos aleatórios ou coisa que o valha. Uma comissão foi formada para se escolher um valente, ou idiota dependendo do ponto de vista assumido, para se fazer a ponte entre as repartições e a diretoria.
A escolha foi bem democrática, como não poderia deixar de ser. "VAI O ESTÁGIARIO" gritou a massa em coro.
"Entregue este requerimento de clips ao Dr. Rui" parecia brincadeira... Arriscar a vida por clipes de papel.
Aproximar era morte certa, entrar na sala do Dr. Rui no escuro, com um requerimento de clipes seria o fim para o pobre estágiario, mas algo precisava ser feito...
A policia até agora não tem pistas, o corpo do Dr. Rui só foi encontrado dias depois do blecaute, ao lado do corpo uma pedra, provavelmente a que a acertou na tempôra matando-o, a mesma pedra tinha um papel enrolado nela, onde se lia claramente "Precisamos de clipes de papel"...

++postado por Eduardo - 12/20/2005 09:36:00 AM


© template by Civana, 2002


::Contatos::
Nome: Sturges, Ed
Local:Rio de Janeiro, Barra
::CÂMBIO::
ICQ: 10905224

::Território Livre::
Soldier of Fortune
Sinfest
joecartoon
CNN
Reuters
Falcon & CIA
Marvel
O Senhor dos Anéis
Pixar Animation Studios
Blog Templates
Splinter Cell
MATANZA
Sniper's Central
Omelete (trivialidades)

::Objetivos Primários::
Wendigo?s Fury
When cats miau
Cathain
Birita
Pafuncia
Guerreira
Karine
Natty Só Zoeira

::Objetivos Secundários::
WASD
Andrew's Blog
Encaixe Perfeito

::CÂMBIO::

oo

::Diario das Missões::

::BAIXAS EM COMBATE::

já estiveram na minha trincheira.

Nós temos no momento
soldado.
enfiado na trincheira...

::Medalhas::
Templates e Dicas by Civana